© 2018 by Thais Ueda.

ENSAIO SOBRE O SILENCIAMENTO

ocupação artística, desenho e registros fotográficos, 2016 a 2018

A série Ensaio sobre o Silenciamento teve início em 2016 e consistia no registro fotográfico de "tentativas" de apagamento de pixações na cidade de São Paulo. "'Tentativas', pois a camada que pretende esconder esses grafismos assume papel de revelação: o que era pra apagar se revela como um novo desenho. E as estruturas urbanas, como suporte dos desenhos caligráficos típicos da pichação, são, nas mãos da artista, reproduzidas em grafite no suporte do papel. É o desenho do desenho do suporte, a reprodução operante de camadas incessantes de informações e da demarcação de território. Desenho in continuum na simbiose entre (des)contextualização e (re)produção." (Excerto do texto "O desenho que está [insistente, novamente]")

Em 2018, a investigação foi proposta para a residência artística no EAC, em Montevidéu, com objetivo de aprofundar questões sobre o desenho, a palavra, tentativa e ação, significante e significado, e executada numa cela: de um lado, os registros das tentativas de pixação e um desenho, do outro mapeamentos das ruas de São Paulo e Montevidéu suspensas em barras de aço.

Sem título, 2018, Série Ensaio sobre o silenciamento

Seis desenhos de mapeamentos das ruas de Montevidéu e São Paulo em nanquim e papel arroz suspensos por barras de aço.

EAC - Espacio de Arte Contemporaneo • Montevidéu, Uruguai 

Sem título, 2018, Série Ensaio sobre o silenciamento

Vista da ocupação no interior da cela: Fotografias de tentativas de apagamento de pixações e desenho em suportes de madeira e aço.

EAC - Espacio de Arte Contemporaneo • Montevidéu, Uruguai 

  • Black Pinterest Icon
  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon